PCD por Cavenaghi


CONHEÇA A CAVENAGHI

Com mais de 50 anos, a CAVENAGHI é pioneira e líder no mercado brasileiro de veículos acessíveis. Ao longo de sua história, consolidou-se nesse segmento por criar, produzir, instalar e entregar adaptações veiculares com rigorosos padrões de qualidade, tecnologia, segurança e inovação, cumprindo todas as normativas previstas na legislação brasileira de trânsito, tornando viável a condução veicular e/ou transporte das pessoas com deficiência e mobilidade reduzida. Com isso, torna-se um centro de referência em produtos e serviços de mobilidade, autonomia e reabilitação, fortalecendo sua marca e propósito perante esse segmento. A partir daí, inicia a comercialização de produtos de tecnologia assistiva e amplia a sua área atuação, oferecendo seis plataformas de atendimento: Linha Direção, Linha Transporte, Linha Cadeira de Rodas e Acessórios, Linha Adequação Postural, Linha Conforto e Bem Estar e Linha Autonomia, disponibilizando uma gama de produtos renomados – nacionais e importados – em um espaço de 2.000m², localizado no bairro do Jaguaré em São Paulo, capital, que conta, além da loja, com uma grande oficina onde são realizadas as adaptações veiculares e a confecção e manutenção dos demais produtos, além do atendimento e avaliação terapêutica presencial gratuita para os clientes, em uma área especial reservada. Saiba mais em www.cavenaghi.com.br

INTRODUÇÃO

Devido as inúmeras características de cada tipo de deficiência, suas diversidades e particularidades principalmente quando se trata de segurança e viabilidade na dirigibilidade veicular, o programa VOLVO LOVERS não atenderá todos os grupos de deficiências existentes, bem como, os grupos atendidos não poderão utilizar todos os veículos equipados com dispositivos de dirigibilidade destinados aos motoristas com deficiência que irão participar do programa VOLVO LOVERS. Abaixo, estão relacionadas as orientações direcionadas a estes motoristas com deficiências que pretendem participar do programa VOLVO LOVERS.


OBRIGATORIEDADE CONSTANTE NA CNH

Os motoristas com deficiência interessados em participar do programa VOLVO LOVERS deverão possuir uma CNH que deve conter em seu campo de observação as exigências impostas pelo DETRAN ou CIRETRAN de sua localidade na forma de letras (que poderão ser uma ou mais letras), a seguir:


LETRA OBRIGATORIEDADE LEGISLATIVA

C – Obrigatório o uso de acelerador à esquerda
D – Obrigatório o uso de veículo com transmissão automática
E – Obrigatório o uso de empunhadura/ manopla/ pomo no volante
F – Obrigatório o uso de veículo com direção hidráulica
G – Obrigatório o uso de veículo com embreagem manual ou com automação de embreagem ou com transmissão automática
H – Obrigatório o uso de acelerador e freio manual

OBS.: Os motoristas com deficiência que em sua CNH possuírem as letras “I”, “J”, “K” e “L”, conjuntamente ou não com as letras da tabela cima, não poderão participar do programa VOLVO LOVERS devido a impossibilidade de equipar estes veículos com os equipamentos que atendem estas exigências legais de dirigibilidade.


GRUPOS DE DEFICIÊNCIA ATENDIDOS PELO PROGRAMA VOLVO LOVERS

Abaixo seguem os grupos de deficiência que serão atendidos através dos veículos equipados para o programa VOLVO LOVERS:

1. Amputação ou paralisia total ou parcial do MIE (membro inferior esquerdo)
2. Amputação ou paralisia total ou parcial do MID (membro inferior direito)
3. Amputação, paralisia total ou parcial dos MMII (membros inferiores)
4. Amputação, paralisia total ou parcial dos MSE (membro superior esquerdo)*
5. Amputação, paralisia total ou parcial dos MSD (membro superior direito)*
6. Amputação, paralisia total ou parcial dos MSE+MIE (membro superior esquerdo + membro inferior esquerdo)*
7. Amputação, paralisia total ou parcial dos MSE+MID (membro superior esquerdo + membro inferior direito)*
8. Amputação, paralisia total ou parcial dos MSD+MIE (membro superior direito + membro inferior esquerdo)*
9. Amputação, paralisia total ou parcial dos MSD+MID (membro superior direito + membro inferior direito)*
A tabela a seguir define quais grupos de deficiência serão atendidos pelos veículos VOLVO equipados para o Programa VOLVO LOVERS

VEÍCULOS ATENDIDOS POR GRUPOS DE DEFICIÊNCIAS
XC 40 – 1, 3, 4, 5, 6, 8
XC 60 – 1, 3, 4, 5, 6, 8
XC 90 – 1, 2, 4, 5, 6, 7, 8, 9

OBS.: Os outros veículos de fabricação da VOLVO não farão parte deste programa especifico.


IMPEDIMENTOS ESPECIFICOS PARA A PARTICIPAÇÃO DO PROGRAMA VOLVO LOVERS:

A lista de grupos de deficiência abaixo não poderá ser atendida pelo programa VOLVO LOVERS devido a suas particularidades e características especificas no que tange a dirigibilidade automotiva destes motoristas.
∙ Tetraparesia, tetraplegia;
∙ Baixa estatura (motoristas abaixo de 1,40m);
∙ Paralisia cerebral com comprometimento de força, movimento e reflexo; ∙ Deficiências nos MMSS (os dois membros superiores total ou parcialmente afetados);
∙ Deficiência motora total ou parcial atingindo mais de dois membros; ∙ Má formação congênita não enquadrada nos 9 grupos atendidos pelo programa;
∙ Outras deficiências específicas não enquadradas nos 9 grupos atendidos.


OUTRAS PARTICULARIDADES QUE IMPEDIRÃO A PARTICIPAÇÃO DO PROGRAMA VOLVO LOVERS:

Caso o motorista com deficiência ao receber o veículo constate qualquer um dos seguintes pontos abaixo, será necessário que o mesmo aborte a experiência proporcionado pelo programa por motivos de segurança;
∙ Postura de dirigibilidade:
1) Mesmo depois de efetuar todas as regulagens que os bancos do veículo proporcionam, sua postura de dirigibilidade não correspondem as condições necessárias para se obter conforto;
2) Altura ideal de visão externa e visão através dos espelhos retrovisores;
3) Alcance/ controle pleno sob os comandos primários e secundários de dirigibilidade;
4) Alguma espécie de impedimento ou desconforto que comprometerá a segurança da dirigibilidade.

∙ Equipamentos de dirigibilidade destinados ao motorista com deficiência: ao se constatar que os equipamentos de dirigibilidade instalados nos veículos do programa VOLVO LOVERS, são diferentes em forma ou funcionalidade dos que o motorista com deficiência está treinado/ habituado a usar para dirigir um veículo; está instalado em uma posição contraria, e ou desconfortável, e ou limitadora para a sua dirigibilidade segura.
∙ Constatação posterior: nos casos onde o motorista com deficiência, após receber o veículo constate qualquer condição que comprometa sua dirigibilidade segura, seja ela ligada a equipamentos instalados que não serão utilizados para a dirigibilidade, ou seja ela de qualquer outra natureza.

Pesquisa

março 2021

  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 7
  • 8
  • 9
  • 10
  • 11
  • 12
  • 13
  • 14
  • 15
  • 16
  • 17
  • 18
  • 19
  • 20
  • 21
  • 22
  • 23
  • 24
  • 25
  • 26
  • 27
  • 28
  • 29
  • 30
  • 31

abril 2021

  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 7
  • 8
  • 9
  • 10
  • 11
  • 12
  • 13
  • 14
  • 15
  • 16
  • 17
  • 18
  • 19
  • 20
  • 21
  • 22
  • 23
  • 24
  • 25
  • 26
  • 27
  • 28
  • 29
  • 30

Compare Veiculos

Comparar